Fez um ano da maior troca-troca de emissora de todos os tempos!

22 julho

Completou no mês passado (Junho) um ano em que o Brasil ficou pasmo com os fatos que cercou os bastidores e a televisão Brasileira em si.

Faz um ano que de maneira inteligente, a Record começou a negociar a contratação de um dos maiores apresentadores de Domingo do Brasil, Augusto Liberato, o Gugu.
Foram cerca de duas semanas de negociações intensas entre Record e Gugu, e Gugu e Silvio Santos, dono do SBT e padrinho do loiro na Tv. As conversas entre Gugu e Record vingaram mais do que a de Silvio, que preferiu apenas ter conversas com o loiro e levar a mesma para o lado emocional.

Na época, Silvio disse que não iria oferecer nenhum aumento salarial a Gugu, isso quer dizer, se o apresentador continuasse em sua emissora continuaria com um salário que girava em torno de 1 milhão de reais, e já se fosse para a Record receberia 3 milhões de reais.

Gugu decidiu abandonar seus amigos e partir rumo ao desconhecido, mas mesmo assim ainda para Sílvio, o loiro disse que iria cumprir até o fim o contrato com a emissora que iria até meados de 2010.

Com contrato assinado, Gugu e Homero continuavam no SBT e lá ainda puderam acompanhar o poder de Sílvio que com um mero telefone em mãos contratou Roberto Justos na noite de Sexta Feira (20/06/2009) e em menos de 9 horas depois Eliana.

Dias depois Richard Rasmussem e Roberto Cabrine também já estavam na emissora. Quem também arrumou ás malas foi o autor queridinho dos bispos, Tiago Santiago.
Enquanto isso Silvio continuava seu ataque e a vingança que os SBTistas tanto queriam... Na época, Celso Freitas negociou com o dono do Baú mas antes ouviu a proposta da Record e decidiu ficar por lá.

A Record não queria pagar a multa de quebra de contrato de Gugu que girava entorno de 1 bilhão de reais e em uma atitude muito sábia, Silvio trocou o loiro drasticamente de horário colocando na época uma vinheta anunciando: "Enquanto o Gugu arruma as malas, o DOMINGO LEGAL vai ser exibido dás 12h ás 16h". Nesse mesmo período, Homero Salles, diretor de Gugu até hoje, foi expulso da sede da emissora em osasco acusado de tentar levar profissionais da produção para o novo programa na emissora dos bispos. Com uma nova direção, Gugu continuou no SBT por mais duas semanas quando NO DIA 06 de Julho, Sílvio mandou o loiro ir definitivamente para a Record sem pagar nenhuma multa.

O substituto foi Celso Portiolli que desde o dia 11 de Julho de 2009 vem arrebentando no Ibope e não deixa a desejar em nada em relação ao ex-SBT.

Na época, ninguém acreditava que Gugu teria a coragem de fazer tamanha desfeita a emissora onde ele nasceu, aprendeu tudo, e era até considerado 'herdeiro' do canal.
Desde essa troca, podemos ouvir ás pessoas comentando, "Eu não gosto do Gugu na Record", ou "Como ele fez isso?".

Bom, tem males que vem para bem. Com novas contratações o SBT cresceu muito e renovou sua grade com grandes atrações e colhe bons frutos disso até hoje.

A Record colhe os frutos também só que não com a mesma felicidade do que a emissora da Ahanguera. Gugu não vai bem no Ibope, sendo trocado por três vezes de horário. Muitas brigas ocorrem nos bastidores da atração. Na Record, Gugu é considerado um fracasso e não passa de um companheiro de Ana Hickaman na briga para tentar a vice-liderança.

Já no SBT, todas as contratações são consideradas boas. Todas dão um ótimo retorno financeiro, algumas dão audiência agradável e acima de tudo, todas deram muita dor de cabeça a emissora que um dia disse querer ser 'líder'.

Em uma época onde era para ser falado na maior contratação do ano, foi muito se dito na 'vingança de Sílvio'.

Hoje em dia, passado 1 ano, os SBTistas entendem que a saída de Gugu ajudou no crescimento da rede e sobre tudo fez o que os fãs tanto queriam. Novos e grandes nomes no canal.
Se um dia Gugu vai voltar ao SBT não sei, mas creio que ele seja um bom filho e como diz o ditado, "A casa o bom filho retorna" então... eu espero por esse momento, mesmo assim não digo que aceito ou ao menos entendo a saída do apresentador do SBT.

No dia 30 de Agosto os programas "Eliana" e "Gugu" comemoram um ano de existência, e mais uma vez lá vem o ditado e diz o seguinte: "Enquanto um chora, outro ri". Gugu chora por não conseguir mais audiência chegando a marcar menos do que a metade na Record e perder a vice - liderança para sua antiga emissora, já Eliana sorri por voltar 'aonde tudo começou', 'Estou muito feliz' são ás duas frases mais faladas pela primeira mulher a ter um programa aos domingos no Brasil.

SBT World por Junior Cardoso

VOCÊ TAMBÉM DEVE GOSTAR

0 comentários

E aí, curtiu?
Conte-nos o que achou dessa postagem. Seus comentários, opiniões e sugestões são importantes.

#TWITTER.COM/365DIASCOMELIANA

#FACEBOOK.COM/365DIASCOMELIANA

#FLICKR.COM/365DIASCOMELIANA